Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAMINHANDO SEM PRESSA... A VIDA PASSA!

 
Caminhe sem pressa e não risque a possibilidade dos caminhos que surgir em sua vida, encontrará, sempre, duas opções de rumos.

Por um apenas poderá seguir.

Não lamente sobre a opção que surgir no imediato.

Às vezes, aspiramos sonhos intocáveis e não podemos prosseguir martirizando o coração com a dúvida de ter perdido o outro que ficou.

Amanhã será um outro dia diferente deste que passa, mas as reticências significam o entendimento das entrelinhas que assinalam o início de uma caminhada feliz ou infeliz, dependerá apenas do ponto de vista de quem a vive.

Declare-se feliz, porquê a vida lhe oferece infinitos motivos para enfeitar os seus caminhos em todos os momentos se souber senti-la.

Partilhe sorrisos e alegrará quem de ti carece de afago.

Ame indistintamente, pois podemos dar somente aquilo que temos e nós, únicos e especiais, em cada dia que é somente nosso, possuímos este atributo que liberta corações e almas que buscam lenitivo no sentido profundo do amor-doação.

©Balsa Melo
16.06.04
Brasília - DF

 
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 28/08/2007
Código do texto: T627650
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87939 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 21:33)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)