Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Depois do adeus

Ele me tragou sob o arco-íris,
Havia apenas uma vontade insana
de nós pertencermos,
mas acabamos perdendo a chance,
porque meus princípios foram maiores
que os meus desejos.

Eu acreditei que ele repousaria
sobre outros lábios,
mas, talvez, eram os meus lábios
que ele desejava,
Era eu quem ele queira,
mas eu não conseguia enxergar.

Depois do adeus,
as fichas foram postas a mesa,
a fresta de esperança reacendeu
uma chama que acreditei estar acabada.

Mas até quando iremos nos desejar
 e permitir que os fantasmas do medo
seja uma pedra em nosso caminho?
Vamos fazer degraus,
Viver o que deve ser vivido.
Gilson Azevedo
Enviado por Gilson Azevedo em 13/03/2018
Código do texto: T6279110
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilson Azevedo
Olinda - Pernambuco - Brasil, 31 anos
444 textos (3038 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/18 07:51)
Gilson Azevedo