Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COPACABANA

COPACABANA

Um Rio
De águas salgadas
Banha o mar de Copacabana
Sem olhar o lago
De sangue ao lado
Que escorre e desagua
Em rostos rotos
Olhos esbugalhados
Línguas ferinas feridas
Em praia vermelha
Fruto da centelha
Que incendeia
Corpos e almas
Prostradas ao chão
Mortas sem compaixão
Entregam-se inertes
A causas que fogem a razão
Quem sabe onde irá parar
Cada alma
Cada pedacinho de pó
Talvez em alguma narina corroída
Mantenedora da ferida
Que nunca fecha e putrefata
Morre e mata
E pouco importa
A droga da vida
Arjofe
Enviado por Arjofe em 17/03/2018
Código do texto: T6282271
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Arjofe
Taubaté - São Paulo - Brasil, 68 anos
3621 textos (73693 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/18 10:19)
Arjofe