Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O SILÊNCIO GRITA SEU NOME NO ABSURDO DO ABANDONO!


O silêncio fala mais do que os gritos que saem em desacorde chamando o seu nome.

O silêncio fere o coração quando estou a observar e a dizer sobre tantas coisas indizíveis através da fala... Que o seu barulho provoca no coração um sentimento temeroso...

O silêncio acaba findando com o gotejar dos olhos a falar que os visores silenciaram-se mais uma vez e balbuciam saudades com a terna alegria de dizer que a vida é a diferente voz que fala apesar de tudo o que você faz com os meus gritos e com os meus carinhos silenciados no absurdo do abandono.

©Balsa Melo
08.09.04
JOÃO PESSOA - PB
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 29/08/2007
Código do texto: T628609
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87929 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 22:21)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)