Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FILHO QUERIDO!


HOJE É TEU DIA E NÃO ESTAR DISTANTE DE TI PARA DIZER DO MEU AMOR SIGNIFICA UM SOFRIMENTO INENARRÁVEL...
AO FECHAR MEUS OLHOS IMAGINO-TE CAMINHANDO ENTRE UM CANTO E OUTRO DA SALA E COMO DÓI NÃO PODER SEGURAR TUAS MÃOS, NÃO PODER BEIJAR-TE A FACE...
ENTENDA QUE O MOMENTO NÃO É DE TRISTEZA EMBORA EU SEJA O RETRATO DELA POR NÃO CONSEGUIR TE AFAGAR COM OS MEUS OLHOS E O MEU AMOR...

QUE JESUS TE ABENÇÕE E TE CUBRA DE CARINHOS EM SUBSTITUIÇÃO À PRESENÇA FÍSICA DO TEU PAI QUE NÃO PÔDE SE FAZER PRESENTE POR TANTOS MOTIVOS MESQUINHOS QUE A VIDA IMPÕE!

NESTA FRAGILIDADE DO DIA E NO MEIO À SOLIDÃO PROFUNDA EU QUERO APENAS QUE TU TE SINTAS MUITO FELIZ E TENHAS A CERTEZA QUE O MEU AMOR POR TI TRANSCENDE ESTE LIMITE DA NOSSA SEPARAÇÃO: EU TE AMAREI POR TODO E SEMPRE.

©Balsa Melo
11.03.2005
Cabedelo - PB
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 01/09/2007
Código do texto: T633421
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87931 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 17:15)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)