Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ROTINA

O homem beija a mulher
Ela corresponde
Ao longe
As nuvens escondem o sol
Monge
Do céu...
O tiro parte do morro
A cidade responde de novo
A estudante que antes
Era transeunte
Que se defunte
Para representar
Um ítem no mar
Estatístico...
O padre reza a missa
O bispo reza a rixa
O pai-de-santo
Raspa e risca
Um nome no despacho
Eu acho um centavo no chão
Dinheiro
Não deixa ninguém rico não...
O bêbe chora no berçário
A velha conta o rosário
Dizem que o santo sudário
Não é verdadeiro...
Verdade é que o mundo virou um poleiro
Político
Para papagaios que defecam
Sobre procissões anexas
Enquanto na porta do céu
Um santo anota no papel
Quem fez o quê
Na terra cheia de homens santos
Cobertos por mantos
Parangolés
Éticos
Até os pés
Enterrados na lama
Como uma botina
Que range e que clama
Até que chegue a rotina.


Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 03/09/2007
Código do texto: T636611

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
7519 textos (108198 leituras)
19 áudios (162 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 02:06)