Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DO EXILIO

Rosa, minha Rosa,
Essa Terra é um desterro,
Miro o céu noturno,
Entre as folhas das palmeiras.

Há quanto tempo, minha Rosa,
Nem se quer do teu perfume
Eu lembro do cheiro?

Hoje, depois de tudo,
O meu espírito andarilho
Voltou para a minha alma
E eu senti o meu coração aquecido.

Ninguém sabe, minha Rosa,
Das distâncias das quais eu falo.
Ninguém sabe, minha Rosa,
Das noites que nos separam.

Fala agora, minha Rosa,
Para o meu coração,
As tuas palavras doces,
Ditas da outra dimensão...
Chico Steffanello
Enviado por Chico Steffanello em 03/09/2007
Código do texto: T636679

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chico Steffanello
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 59 anos
245 textos (26125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 09:55)
Chico Steffanello