Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANÇÃO DO BEIJA-FLOR

É MANHÃ.
MINH'ÁLMA CORRE OS RIOS,
MEUS LÁBIOS EM ASSOBIOS
DESAFIAM O BEIJA-FLOR.
NAS ESTRADAS CANDIAIS,
PARREIRAS,MANGANGÁS
TRINADOS DE AMOR.

É MANHÃ.
O AMOR NÃO VOLTOU A TEMPO,
O TREM NÃO CHEGOU AO VENTO,
A BOCA SE FARTOU DE ACAÇA
MISTURADA AO VAPOR.

É MANHÃ.
MANHÃ DE TANTAS OUTRAS MANHÃS
CHEIAS DE AGONIA DA INCERTEZA
DESSE AMOR.
Ecila Yleus
Enviado por Ecila Yleus em 04/09/2007
Reeditado em 15/09/2007
Código do texto: T637621

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ecila Yleus). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ecila Yleus
Recife - Pernambuco - Brasil, 65 anos
328 textos (10462 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 15:28)
Ecila Yleus