Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dama da Noite

Linda, sua beleza era de Matar
Tinha na mão a faca e o queijo
Sua beleza de fato matava
Pois, qual homem não há queria?

Todos se jogavam em seus braços
Ela se sentia o máximo, quem não se sentiria?
Os homens se matavam por Ela
Ela ria uma gargalhada longa e bela

Não tinha dinheiro, vivia de homens
Seu emprego era um insulto para muitos
Mulheres mesmo, detestavam Ela
Mas Ela só se deitava com eles

Tempo de Redenção!
Ela conheceu uma Igreja
E se apaixonou por um homem
Daquela vida imunda ela saiu
E com o homem se casou.

Tudo escondido, nenhum outro aguentaria
Sua ausência no ponto incomodava
Os clientes casados ficavam impaciente
Foi quando eles a viram saindo do Hotel

Mãos dadas a um moço, risos e beijos
Eles não aguentaram ver àquilo
Voando em seus veículos foram até Ela
O furdúncio começou!

Chega para lá, chega para cá
Berros, empurrões, insultos e socos
A Dama tentava explicar para seu marido
Os homens não deixavam.

Quando um deles devastado ao ver Ela com outro
Decidiu acabar com sua alegria
Puxou de seu bolso uma arma
E disparou 6 tiros no seu marido

Devastação, incredulidade, desespero.
Ela não acreditava no que via
Seu homem sangrando ao chão
O único que a amou.

Chegam as mulheres de seus clientes
Que foram avisadas por outras,
Não aceitavam o que viam, toda a briga
Tudo aquilo por uma Dama Da Vida

Elas não pensam a não ser em mata-la
Um linchamento no meio da rua
Mais de 10 mulheres batendo em uma.

Era o fim de uma Família
Era o fim de um novo começo

O começo de uma injustiça
De quem tentou mudar.
Poeta Gabriel Augusto
Enviado por Poeta Gabriel Augusto em 12/07/2018
Código do texto: T6388043
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite meu nome (Gabriel Augusto) e meu instagram: https://www.instagram.com/gabrielpoeta667/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Gabriel Augusto
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 19 anos
42 textos (689 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/18 22:08)
Poeta Gabriel Augusto