Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TODO O NADA

Sigo extático em meus dias...
Pois o vento que nos leva
não me põe no tempo exato...

Minhas horas são tardias,
perco sonhos entre a treva
do que morre à luz do fato...

Mil projetos, todos tortos,
quando ejeto implodem nulos
e parece que nem fiz...

As viagens não têm portos
e minh´alma perde os pulos
onde caça ser feliz...

Vou sentindo força e cio
se esvaindo sem ter fundo;
quanto à queda falta o chão...

Estou cheio de vazio;
todo o nada deste mundo
à minha disposição.
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 05/09/2007
Código do texto: T639521
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3149 textos (63171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 14:40)
Demétrio Sena