Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOCÊ SABE O NOME

Uma maçã flutua, nua, no útero da gravidade,
dança, arde de desejo, de conhecimento,
desce ao firmamento do peso, do sustento,
cai, macia sobre a testa da cria da raça,
afasta o imponderável, mata um pedaço de Deus,
põe luz no breu, cria o entendimento
entre a precisão e o momento,
gera vôos ouriversais,
livra os animais.
Você sabe o nome daquilo que desconhece;
se não se lembra teça uma prece,
repare pergaminhos, restaure vinhos,
alimente estranha ignorância,
mate a erudita infância,
grite ao infinito,
raça finita,
morto mito.
Você sabe o nome da fome que te consome;
que estação conectar quando quer ouvir o ar
cantar canções que te preparam para o amanhã,
como saltar por sobre muros de lítio e teclados,
como entrar e sair sem ser notado,
você sabe o que tem que dizer
quando chegar a hora de saber.
Você sabe a senha.
Basta querer.

 
 
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 05/09/2007
Reeditado em 05/09/2007
Código do texto: T639695

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
7525 textos (108256 leituras)
19 áudios (162 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 13:18)