Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flores de Algodão

As flores de algodão
Me revelam
A doce historia
De um céu que não existiu...
E as serenas madrugadas
Me transportam aos anseios adormecidos...
As dementes sementes,
Que teimam em germinar,
Lutam contra a clausura estática
De uma terra irrigada de amor...
Coisas simples...
Fatos e retratos
De uma sombra que me persegue.
De repente me vejo
Neste círculo perdido
Nesse emaranhado
De segredos e mistérios...
Um tom de um barzinho,
Sentado sozinho
Me levo a escrever
Os antigos artigos
Que os pergaminhos da conveniência
Tentam esconder.
Uma dose... mais umas doses...
E me entrego
Ao doce veneno da alegria...
Uma noite
Apenas mais uma noite
E o amanhã traz de volta
A visão metódica
Das flores de algodão
Que permanecem no meu quintal...!!!
Willian Figueiredo
Enviado por Willian Figueiredo em 06/09/2007
Código do texto: T641077

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Willian Figueiredo
Governador Valadares - Minas Gerais - Brasil, 43 anos
47 textos (1825 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 22:27)
Willian Figueiredo