Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anjo de branco

Por Apólo,
Por Esculápio,
Higia e Panacéia,
Juraste seguir a vida de perto,
Livrar da dor seja ele quem for,
Fazer o bem não importa a quem,
Sem pensar em riquezas ou quaisquer vaidades.

Protegendo os segredos e as falsidades
daqueles que confessarem a ti.
E mesmo que não consigas a cura,
Estarás na morte e guiarás as almas à eternidade.

E então, descobrirás que de Deus não tens nada.
Caminhas na sombra e na luz,
Pois és o escolhido:
Cavaleiro da Vida,
Renunciarás a tua pelos outros
E no fim a serpente que carregas
não será pecado, mas glória.

Para todo o sempre

Médico!
Bruno Pondé
Enviado por Bruno Pondé em 06/09/2007
Reeditado em 06/09/2007
Código do texto: T641316
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bruno Pondé
Salvador - Bahia - Brasil, 28 anos
28 textos (3012 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 06:51)
Bruno Pondé