Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Guitarra 

A guitarra dedilhada
chora a minha sina
a sina de um poeta
perdido na vastidão do Universo 

A voz do fado
rodeia meu ser
nas paredes da sala
imensa para tamanho som 

A voz entoada
no calor do público
sente-se no silêncio
de uma paz sofredora 

Os sons atravessam
minha alma
perdida e esquecida
no meio da solidão 

O choro da guitarra
cessa na imensidão perdida
e os aplausos sentidos
calam minha solidão.









pedrovaldoy
Enviado por pedrovaldoy em 08/09/2007
Reeditado em 31/01/2010
Código do texto: T644319
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
pedrovaldoy
Portugal
592 textos (4880 leituras)
4 e-livros (58 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 15:23)
pedrovaldoy