Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os pingos de chuva

Fazem uma estrada com os meus pés
Que trilham com os olhos abaixo
O chão que reflete o humor do céu
Eu, sempre curado,
Na enferma prisão
Piso e levanto o mundo que cai em cima de mim
Me afogo no olhar que se perde
Mas apenas por alguns poucos minutos
Eis a perversão mais discreta e divina
Na melancolia, o olhar para si mesmo é fixo
Interminável
Thiago Fávero
Enviado por Thiago Fávero em 14/09/2018
Código do texto: T6448345
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Fávero
Bicas - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
389 textos (3522 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/18 04:11)
Thiago Fávero