Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cidade dos Sonhos


                      Cristais entre mentiras
                      ouro entre copos
                                       e corpos,
                      a me embriagar:
                                     seus dedos.

                       Coração: muleta das saudades.
                       Há silêncios que se consomem,
                       nos devoram.
                       É no braço dos sonhos
                       que é possível tocá-la.
                       Cecília, levante-se minha filha.

                       Desvendado o segredo,
                       ser tudo em todos
                       em qualquer parte.
                       Saber saborear as coisas,
                       tocar e fazer parte.
                       Cristais entre dedos
                                       copos e corpos
                        a me revelar segredos.
                        Doce magia, mistério,
                        você é a própria poesia.
Américo Paz
Enviado por Américo Paz em 11/09/2007
Reeditado em 15/01/2013
Código do texto: T647635
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Américo Paz
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil, 55 anos
369 textos (145801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 13:45)
Américo Paz