Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
TUDO OUTRA VEZ !

na flor da terceira idade
poeta, ainda menino,
que sempre viveu a vida
um dia de cada vez,
que cometeu desatinos
pudera, quem não o fez ?

imperito em fazer planos,
viveu ao longo dos anos
tentando ser bem melhor !
não o movia a ambição
mas, o senso de obrigação
que sempre soube de cor !

tentou forjar o destino,
tirou pedras do caminho,
atirou milho aos pombos,
evitou bala perdida,
riu dos seus próprios tombos,
afinal, quem não os teve ?

rezou a sua cartilha,
criou sua própria ilha
de Passárgada, de Utopia,
e na magia da poesia,
muitas vezes, lá esteve !

plantou árvore, teve filhos
que não sairam dos trilhos.
livros ? tentou escrever !

teve amores verdadeiros,
ilusões e devaneios,
quase se perdeu em meio
ao delírio das paixões.
suas palavras serenas,
sedutoras e amenas,
balançaram corações !

teve coragem, teve medos,
juras secretas, segredos.
se contar, quem acredita ?

sonhos de um eremita,
pois onde é que já se viu
crer em palavra, ora dita
por um menino senil,
que revendo a origem, o ovo,
vendo o que não fez e o que fez,
tem a certeza inconteste
de que passou pelo teste
e que faria tudo de novo,
faria tudo outra vez !

antonio carlos de paula
poeta e compositor


Poema classificado no 7º concurso de Poesias de CNEC/FACECAP Capivari SP, publicado como premiação.confira em www.cneccapivari.br 
AC de Paula
Enviado por AC de Paula em 12/09/2007
Reeditado em 12/09/2007
Código do texto: T649427
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
AC de Paula
São Paulo - São Paulo - Brasil
1197 textos (118703 leituras)
236 áudios (20577 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 21:25)
AC de Paula