Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema racional

Poema, essa coisinha sem importância,
Nasce nos momentos mais inusitados,
Cresce sem objetivos, e morre como um nada,

Poema é coisa economicamente inútil,
Não agrega valor financeiro a vida,
Você já viu um poema gerar renda?

Poema é coisa de gente desocupada, só pode!
Onde já se viu tirar seu tempo para escrever versos?! Versos esses escritos aos montes todo o tempo, essas pessoas devem ser muito iludidas com o mundo, imagino eu,

Ainda bem que me ensinaram desde criança o valor da praticidade,
Se tropeço numa pedra, xingo, me incomodo,
Mas logo a deixo pra lá, é só uma pedra comum,
Mas veja esses loucos, falando sobre pedras no caminho, como se fossem importantes,
É só uma pedra ué!

Pedra, folha, pássaro, rio, natureza, tudo é o que é e ponto, sem mais nem menos,
Mas esses sonhadores insistem em dizer o inverso, certa vez conheci um assim,
O coitado conversava com árvores,
Dizia ter uma gramática no chão!

Já outro falava sobre chaves, e uma pessoa com uma barba azul, uma sala escura, violinos, e essas baboseiras de gente romântica, um dia abrirão os olhos.

Agora me deixa quieto, que preciso voltar para minhas atividades, ao contrário de vocês, eu tenho que trabalhar!
Thales C
Enviado por Thales C em 08/11/2018
Código do texto: T6498114
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Thales C
São Luís - Maranhão - Brasil
1071 textos (48963 leituras)
25 áudios (328 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/11/18 04:03)