Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SÚPLICA QUE SÓ CHAMA VOCÊ!


Suplico, mas o seu significado não me causa espanto!

Sei quase todas as respostas que transformam os olhos neste vendaval!

Conheço todas as ações que você imprime para fazer sofrer meu coração!

Identifico, mesmo longinquamente, até o aceno que me chama para iludir-me e em seguida me manda embora!

Sei tanto desse sofrível sentimento que cada palavra vem se formando por letras banhadas de pranto!

Sei, mas este saber insignificante e impotente me torna ser suplicante à mercê do acaso!

©Balsa Melo
02.07.2005
Cabedelo-PB
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 15/09/2007
Código do texto: T654276
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87929 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 04:59)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)