Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Criação

Gameta em disparada em busca insana,
Na direção do óvulo a ser fecundado.
Nascerá nova vida humana – o poeta.
Essa vida criada dará forma a nova vida,
Viverá dia por dia suas escolhas e consequências.
Ao poeta cabe registrar fragmentos da vida,
Maneira de convergir os sonhos que povoam a noite,
Tomar consciência das plenas possibilidades
Em que se resume o mistério do futuro insondável.
É nesse momento que se firma a existência dela,
A musa inspiradora, que solta do desconhecido,
Com suave voz de mulher e sedução de linda sereia.
Não há artifícios por parte do poeta para reter os sonhos,
Que vêm e vão, aleatoriamente, em pleno deleite noturno.
Cabe ao poeta fazer da mente um acontecimento pessoal,
É questão de saber esperar o momento de ser pó, cinzas,
E ter a certeza de que tudo estará em seu pleno lugar,
Sentir a alegria de ter cumprido o seu destino.
Laerte Creder Lopes
Enviado por Laerte Creder Lopes em 11/02/2019
Reeditado em 10/08/2019
Código do texto: T6572483
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Laerte Creder Lopes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
184 textos (17089 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/05/21 16:49)
Laerte Creder Lopes