Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Divagações na lama

Divagações na lama

O som das botas no alagadiço
a mão do tédio, a voz do impulso
vou pensando nesse feitiço
meu calor ativo, calor avulso

Ser limitado é paliativo
a cura é ser irracional
ser ilimitado é paliativo
a cura é ser divinal
para controlar seguidores
para condenar desertores

A fé, em seu último ato
dilacerou o coração do parvo:
na hora de  cumprir o trato
mostrou-se pobre vapor amargo

Voltando do passeio alagado
vejo a fé e outra porta:
escolho o atalho iluminado
onde a paixão tem reinado
e a ignorância é morta.
Alexandre Matos
Enviado por Alexandre Matos em 18/09/2007
Código do texto: T657301
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Matos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 38 anos
44 textos (1780 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 00:23)