Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não mais temos tempo


Ah!, tempo futuro que em breve se tornará presente,
Quando o próprio presente tiver se tornado passado
E nem mesmo mais nos restem as lembranças
Dos tempos felizes que vivemos enquanto crianças
E imunes à dor que ora nos aflige, ao que se sente
E nem mesmo lembrarmos de quem hoje nos tem amado.

Ah!, tempo que hoje escoa por entre nossos dedos
Como se a areia fina da praia e que procuramos reter
Na vã esperança de detê-lo em busca de nosso destino
Que corre em nosso encalço desde o tempo de menino
E que por inúmeras vezes nos causou temores e medo
Por somente prevê-lo mas sem o podermos antever...

Ah!, tivéssemos sabido outrora o que sabemos agora
Quando vemos nossos tantos sonhos destroçados,
Quando combalidos nem mais nos resta a esperança
De novamente sonhá-los, como se fossemos crianças
Alijadas do jogo da vida e que se recusam a ir embora
Mesmo após verem o campo vazio e o jogo terminado.
LHMignone
Enviado por LHMignone em 19/02/2019
Código do texto: T6579285
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LHMignone
Mimoso do Sul - Espírito Santo - Brasil
1406 textos (397115 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 04:50)
LHMignone