Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto V

Quando eu sair daqui, pra nunca mais
Quando em meu velório se apagar as velas
Ou mesmo antes delas serem acesas
Quando estiveres vendo o que não verás jamais.

Proíbo a todos que comparecerem
Para me dar o último adeus e contemplar a morte junto a mim
Que derramem sequer uma gota de lágrima, e assim
Tudo que eu fiz aqui, desmerecerem.

Quero-lhes felizes como nunca, como em uma festa
Festejando a minha passagem por aqui
Quero que compareça aquele que me detesta.

Quero todos que me traíram e os que traí
Aos que de maldição me infesta
Quero os que matei festejando porque eu morri.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 14/03/2005
Reeditado em 23/09/2008
Código do texto: T6601


Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
958 textos (33243 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/11/20 22:47)
Júnior Leal