Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto VII

Não me digas quanto a fé
Abomino. Questão de inteligência.
Não me submeto a clemência:
Tal cristão disse e é.

Por que tanta fraqueza?
É de deixar mais que encabulado
É capaz de deixar-me a pensar calado
Falta de capacidade de ver a certeza.

Enquanto vivo, tenha fé
Acredite na impossibilidade
Isso me mantém de pé.

Seja servo de tua própria crueldade
Como quiseres, faça o que fizer
tua fraqueza é minha verdade.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 14/03/2005
Código do texto: T6604


Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
958 textos (33183 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/08/20 19:38)
Júnior Leal