Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUEM?

Quem do deserto acostumado,
À beira do oásis morar.
Jamais imaginou que um dia,
Fosse aquelas águas secar.

O que acima vai escrito,
Somente vai fazer sentido,
Para quem como eu teve,
A dor de um amor perdido.

Quem vai de volta trazer,
A minha alma para a vida viver?
Quem vai preencher o vazio
Em meu coração agora tão frio?

Quem terá a força do sorriso,
De um rosto moreno lindo?
Quem irá de novo me levar,
À beira de um oásis morar?

Oh! Menina dá-me dessa água viva,
De um oásis para me refrescar.
Oh! Menina dá-me dessa água viva,
Para que de novo eu possa amar.

Eu do deserto acostumado,
À beira de um oásis morar.
Jamais imaginei que um dia,
Fosse aquelas águas secar.
Valdir Cremasco
Enviado por Valdir Cremasco em 20/09/2007
Código do texto: T660953

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdir Cremasco
Campinas - São Paulo - Brasil, 66 anos
213 textos (34229 leituras)
9 áudios (752 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 13:54)
Valdir Cremasco