Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para dias gris

Não sei se é normal
Viver dentro destas
Estruturas frias
Com pouca alegria
E nenhum sol
Não sei se é da idade
Das atrocidades tamanhas
Indiferenças tantas
Coisas da Cidade
Essa melancolia.

Me caço e não acho
Procurou e não encontro
Há um oco n’alma
Ausência de dentro
Fico quieto
Deixo o tormento cair
Como uma tempestade.
Há um ácido
Corroendo o mundo
Os aços e granitos escorrem
Como água...
Estou sóbrio na Cidade ébria
E o Sol não se abre
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 08/04/2019
Reeditado em 08/04/2019
Código do texto: T6618785
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1308 textos (36548 leituras)
2 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/07/19 06:49)