Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Candeeiros de Felicidades

Quanto tempo vivi costurando trapos de felicidade,
contemplando mais a escassez dos esplendores,
a ausência de sóis, as asas fechadas
e as colinas intransponíveis e inalcançáveis.

Quem sabe não olhava mais a terra pura,
o chão de flores e girassóis que tanto amo.
Rastejava-me em impossibilidades,
estacionando vivendas em caminhos de cascalhos
e céus tempestuosos.

Hoje vivo o presente,
espelho em mim a profecia que fiz...
Trago centelhas nos olhos
em minhas oferendas diárias de paz e luz ...
e, adormeço meus pra dentro
em gratas aragens pela dádiva recebida.
A vida acendeu em mim candeeiros de felicidades...
Maria
Enviado por Maria em 16/04/2019
Código do texto: T6625324
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
5052 textos (208848 leituras)
1 e-livros (163 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/06/19 05:40)
Maria

Site do Escritor