Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Somente um Caminhar






Os passos são largos e infinitos  a cada
Passo uma encruzilhada,umas vazias
Outras chorosas molhadas.

As pedras, o que dizer das pedras.Elas
Estão lá na rua,nos tropeços,nos olhares
Seculares.Sempre cruzando as linhas
Horizontais,perpendiculares vulgares.

Na peleja do caminhar o destino meio
Torto,às vezes certo,cortante nos inversos
Dos versos.

Lá inerte a estrada,a me oferecer sua vida
As imaginações solitárias,gritando para o
Mundo,meus erros meu nada.

A vida é só um segmento,um vai e vem
Aritmético,somando,diminuindo,dividindo
Multiplicando.

Meu andar continua nas estações do tempo
Viajando por linhas solitárias hilárias,uma
Simples conseqüência deste poema
Andarilho sem brilho.

 
demetrioluzartes
Enviado por demetrioluzartes em 21/09/2007
Código do texto: T662783

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (demetrio luzart). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
demetrioluzartes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
981 textos (36645 leituras)
12 áudios (774 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 16:45)
demetrioluzartes