Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO II(Dedicado a Luiz Vaz de Camões)


Amor busquei por mares e desertos
Pr'este meu coração já quase frio;
Solitário,desgostoso,sombrio_
A vida toda de passos incertos.

A ilusão preenche este peito aberto,
Acende nos olhos a cor, o brio.
Inteiro,o corpo freme em calafrio_
De música o pensamento coberto.

Doce felicidade,sim,sonhando,
Amantes tresloucados não têm jeito.
Nem me arrependo,meu amor d'outrora!

Tão bom assim!Quero morrer amando,
Um oceano indômito no peito.
Vem,querido,vem ver surgir a aurora.


                  Tânia M.da C. Meneses Silva
                     24 de julho de 2004
TÂNIAMENESES
Enviado por TÂNIAMENESES em 22/09/2007
Código do texto: T663336
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TÂNIAMENESES
Aracaju - Sergipe - Brasil, 69 anos
1684 textos (177275 leituras)
1 áudios (102 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 14:38)
TÂNIAMENESES