Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NUANÇAS

Pequena menina morena,
A flor e o jambo na mesma pele,
Olhar que fere a minha retina
Pela loucura da doçura que tem,
Trazendo o meu coração à flor da pele
Para sentir como ninguém
O pulsar do teu,
O perfume e calor que tens.

Adivinhar os caminhos do teu sangue em carreira
Correndo entre os teus carinhos e a tua vontade
Exalando o perfume do teu ser à flor da tua pele morena,
De fruta madura, menina, fêmea,
É loucura que me arrebata e quase me mata
Da morte que quero ter...

Chama o meu nome só mais uma vez
E diz que queres ser minha
Enquanto eu me aposso de ti
Igual um rei, teu dono, e me sirvo
Do teu corpo no teu abandono.

Como fera faminta sobre a presa fresca e quente
Urro sobre a conquista que me queima e me consome
E me leva por lugares que nem sei.

Chama o meu nome mais uma vez,
Diz que queres ser minha.
Assim me sinto vivo,
Pensando que a tenho.

Teu dono,
Vivo no fio do teu querer
Penso que és minha
Enquanto eu sei
Que eu é que sou teu...
Chico Steffanello
Enviado por Chico Steffanello em 23/09/2007
Código do texto: T665125

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chico Steffanello
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 59 anos
245 textos (26123 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 10:36)
Chico Steffanello