Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ACALANTO

A chuva cai devagar
e beija as pétalas da flor.
Eu choro  baixinho  a cantar...
Vou  ninar o meu amor.

O vento sussurra às folhas
palavras doces, encantador.
Eu opto entre muitas escolhas...
Vou ninar o meu amor.

A lua prateia a noite,
co’as estrelas em seu andor.
Eu  descanso do meu aloite...
Vou ninar o meu amor.

O sol incendeia  o céu
com todo o seu esplendor.
Eu enfrento o lumaréu...
Vou ninar o meu amor.

O mar contra o rochedo
se joga, com força, bramidor.
Eu decido sem qualquer medo...
Vou ninar o meu amor.

Pode a vida perder o alvor,
pode o  mundo se  acabar,
ainda assim eu vou clamar...
Vou ninar o meu amor.

Afagar os seus cabelos,
aconchegá-lo no meu peito,
num cuidado mais que perfeito,
sossegar os zelos meus.

Psiu...Meu amor adormeceu.
linameirelles
Enviado por linameirelles em 24/09/2007
Código do texto: T666838

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Lina Meirelles http://linameirelles.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
linameirelles
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
694 textos (13677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 20:14)
linameirelles