Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIVA A VIDA SEM MIM!


Indaga-me sobre o tempo que passou e que passa sem anúncios servindo-se de subterfúgios para esta dramática solidão!

Questiona-me da ausência de fala e inibe o estampido que sai dos meus olhos pedindo clemência para o meu coração!

Coteja os meus gestos que acolhem a sua ira e, insensível à minha dor, mostra-me o rumo do além ordenando que eu siga sem pausa!

Considerou-me um sonho por tanto tempo e me fez acreditar na sua utópica melodia que hoje anuncia o meu fim!

Continue a vida e viva como puder, mas tire esta máscara que tantos malefícios trouxeram para a minha vida...

Viva a vida sem mim!

De resto a vida vive em meus olhos e no meu coração, por isso não quero perdê-la por pensar que matei a vida que eu tentei lhe dar!

©Balsa Melo
09.11.2005
Cabedelo - PB
 
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 26/09/2007
Código do texto: T669804
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87929 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 17:52)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)