Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO É MARAVILHOSO ESTAR VIVO!



Não pude observar o amanhecer do dia,
nem pude ver o sorriso do sol!

Da janela, encoberta pelas densas nuvens, tudo se fez diferente do habitual vislumbrar do mar sendo beijado pelo calor do sol!

Não pude ver seus olhos acariciando o meu corpo com a doce ternura de sempre, nem foi possível dar bom dia aos pássaros que gorjeiam acordando o silêncio das flores!

Não pude acenar para o céu embora eu estivesse tão perto dele voando quase sem limites, nem pude abrir os braços para flanar um vôo de liberdade!...

Mas pude sonhar!

Pude perceber que além das coisas prontas é possível sorrir!...

Pude sentir que a vida não corre,
que o sol queima lá fora e sorri mesmo sem ser notado por mim,
que os seus olhos me afagaram os pensamentos em forma de saudade,
que o cantarolar dos pássaros embevece o meu coração com as cores do firmamento,
que abri o coração ao invés de abrir os braços para dizer como é maravilhoso estar vivo SENHOR JESUS!

©Balsa Melo

24.11.05

Recife -Brasília

 
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 26/09/2007
Código do texto: T669844
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87945 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 11:11)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)