Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FIM DE TARDE

É quase fim de tarde
E ainda espero por ti
No amanhecer, prometeste que virias
Disseste-me claramente que me amavas
Contaste-me os teus segredos
Fizeste-me em ti acreditar
Rasguei meu peito cheio de lembranças
Lancei fora meu baú de recordações
Desfiz de tudo que deixava-me triste
De tudo que provocava lágrimas
Para uma nova vida começar
Viver um novo amor
Um amor, que em ti, julgava ter encontrado
Todavia, quão triste estou, nesta tarde que se vai
Não vieste a mim como prometeste
Vivemos dias tão lindos, de entregas
De juras de amor eterno
Mas deixaste-me aqui, só
Sem adeus, sem um beijo, sem ti
Sinto-me vazia
Um novo amanhecer virá
E no mar dos meus sonhos
Deixarei meu barco ancorar
Desiludida
Não devo mais por ti esperar.
Maria Luiza Veroneze Guarnieri
Enviado por Maria Luiza Veroneze Guarnieri em 20/07/2019
Reeditado em 07/09/2019
Código do texto: T6700511
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Luiza Veroneze Guarnieri
Maringá - Paraná - Brasil
301 textos (1182 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 16:13)
Maria Luiza Veroneze Guarnieri