Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
*** Minhas interações da I ANTOLGIA POÉTICA do Recanto das Letras – Volume 3. (Parte IV) - Milton Moreira - Silvio Guerini - Veronica Almeida - Zaymond Zarondy ***

 
*** AH! EU A ACHEI (Décima em Cordel) - ABBAACCDDC ***

 
Ah! Eu a achei, mais uma vez, estou feliz
Sei que é mais um sonho, deles já sou réu
Tudo que faço, ou desfaço, ela é o meu céu
Ela é sonho, ela é flor de mim, flor-de-lis...
Até hoje não sei o que fiz, e o que não fiz
Ah! Eu a achei, outra vez, sei que é sonho
Nesses seus dormentes, eu me descomponho
Onde os meus sonhos trilham e vão até ela
Todos os meus sonhos ficam à mercê dela
Quando acordo, poesias pra ela, componho.
 

23/05/2019 12:52
Para o texto: SONHO (T3565622)
De:
Milton Moreira


****************************************
 

*** MEU VÍCIO É VOCÊ (Décima em Cordel) - ABBAACCDDC ***

 
Meu vício é você, pra você eu digo: Amém!
Os meus sentimentos caçam você, o seu céu
Posso até dizer que dessa idolatria, sou réu
Ficar sem você, sem te ver, não me convém
Você é o amor, que me ama, que me mantém
Meu vício é você, é o fulgor que me ilumina
Não fuja de mim, você é a minha una menina
Meu amor por você tem a verdade do infinito
Em nenhuma hora te esqueço, és o meu mito
Quando nos amamos, você mata, você domina.
 
 
24/05/2019 13:29
Para o texto: Vício de você (T744753)
De:
Silvio Guerini

 
****************************************

 
*** EU TÔ COM SAUDADE (Décima em Cordel) - ABBAACCDDC ***
 
 
Eu tô com saudade de você, creia é verdade
A saudade só acaba quando viro a sua caça
A gente sorrir, fica zanzando e fazendo graça
Nosso amor é puro, nos traz paz e felicidade
Eu sei que esse amor é nosso tem fidelidade
Eu tô com saudade, sei que tudo isso é amor
Volta, o meu amor te ama, ouça meu clamor
Você me encanta, você e a minha una dona
Eu gosto desse seu jeitão de mulher mandona
Sei dizer; que desse amor nunca senti temor.

 
28/05/2019 10:13
Para o texto: Saudade do meu amor (T5270564)
De:
Verônica Almeida
 
 
****************************************


*** NÃO É FÁCIL (Décima em Cordel) - ABBAACCDDC ***

 
Sei que não é fácil viver um amor feliz
Sonho com um amor pleno, sem medo
Que tenha cerne, vida e muito enredo
Quero viver um amor, fiel que tenha raiz
Quero sentir o amor, que não se contradiz
Sei que o amor não vive somente de brisa
É preciso amar, é tudo que a vida precisa
Quem ama sabe que todo amor é assim...
Sempre quis ter um amor puro e sem fim
É esse tipo de amor, que o poeta profetisa.
 
30/05/2019 11:05
Para o texto: EU SEMPRE QUIS UM AMOR ASSIM (T2593585)
De:
Zaymond Zarondy
 
 
****************************************

 
 
AMAURI TAVARES OUTEIRO – VIA FACE.
DANIELE NASCIMENTO – NÃO LOCALIZEI.
JOSÉ VALDOMIRO SILVA. VIA FACEBOOK
JUS.COM – NÃO LOCALIZEI
JOSÉ BENTO PERREIRA -  NÃO LOCALIZEI
PATRICIA FIGUEREDO DE CASTRO – VIA FACEBOOK *
RAQUEL DE ANDRADE – VIA CONTATO DO RECANTO DAS LETRAS
 

 
Essas décimas são criações minhas compostas ao ler e comentar a nossa I Antologia Poética do Recanto das Letras, essas aqui são do volume III. Para localizar alguns poetas, não foi tarefa fácil, procurei no Gloogle e no facebook, pois, os nomes em relação ao livro e ao do Site do Recanto das Letras, não são os mesmos. Algumas interações são do Recanto das Letras e outras são do livro, ou vise e versa.
Para mim essa também é uma forma de homenagear esses poetas, que deram as suas melhores poesias para compor a nossa I Antologia Poética do Recanto das Letras. Meus amigos poetas se por acaso uma interação minha, não apareceu em um texto seu, não se desespere que cedo ou tarde, eu irei fazer uma interação em um dos seus textos, que venha a me inspirar, oportunidades não irá faltar, tenho certeza disso. Lorde dos Acrósticos.


 

José Aprígio da Silva.
"Lorde dos Acrósticos"
Stenius Porto.
"Dom Lorde"
Ceilândia/DF.
Quinta-feira, 01 de agosto de 2019.

 
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Enviado por JOSÉ APRÍGIO DA SILVA em 01/08/2019
Reeditado em 01/08/2019
Código do texto: T6709693
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 61 anos
1921 textos (183170 leituras)
1 áudios (52 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/04/21 05:48)
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA