Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENTREGUEI A VOCÊ O MEU CORAÇÃO!


ESPEREI O MOMENTO EXATO PARA SUSPIRAR...

A DOR ERA INTENSA E SE FEZ PRESENTE PELO RESTO DO DIA!

O PALPITANTE CORAÇÃO LATEJAVA NUMA INCONTIDA MANIFESTAÇÃO DE PERDA!

O ADEUS ERA A SUAVE MELODIA DA SOLIDÃO!

NEM OS PÁSSAROS SALTITAVAM MAIS!

AS FLORES SE DESPEDIRAM DO VENTO E MURCHARAM-SE AO RELENTO!

AS PEDRINHAS QUE ORNAMENTAVAM O JARDIM FORAM ATIRADAS AO CÉU NUMA TENTATIVA DE CONTER O DESESPERO DE QUEM AMA E NÃO ACREDITA TER QUE DESAPRENDER O PROCESSO DO AMOR!

CRIEI UM ESPAÇO PARA NÃO MORRER OS MEUS OLHOS DE TANTO CHORO!

AS FANTASIAS, ENFIM, FINDARAM-SE TODAS QUANDO DE REPENTE O PEQUENO TEMPO ENCURTOU OS MEUS BRAÇOS QUE ESTENDIAM AS MÃOS PEDINDO AFAGO E LHE ENTREGARAM O MEU CORAÇÃO!

©Balsa Melo
02.12.05
Cabedelo - PB
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 27/09/2007
Código do texto: T671343
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87946 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 23:26)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)