Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOTURNOS
Guida Linhares

A noite desce vagarosamente,
por entre as brancas nuvens de algodão.
Lá de cima espia os homens que saem das lidas,
derramando neles o brilho das estrelas.
São os longos cabelos da noite,
fios tênues de sublime tentação,
evocando nos humanos, desejos de delícias,
sob o olhar da sentinela lua,
que se reveste de seu lado crescente,
aumentando o poder da sedução.
Deusa da fertilidade,
símbolo mágico a despertar paixão,
a lua vaga pelo espaço cósmico,
despertando o branco corcel,
abrigado no coração dos homens.
Ávidos por sentir afagos e toques,
se atiram ao mar das ondas ilusórias,
cavalgando embriagados de sonhos.
Noturnos são os homens!
Talvez precisassem fechar os olhos,
ao som de um piano, se deixando levar
ao mar da tranquilidade,
flutuando nas doces notas do Noturno* de Chopin!

* Noturno: Peça vocal ou instrumental de caráter tranquilo e meditativo.
Seu desenvolvimento deve-se a J. Field, mas o gênero atingiu sua expressão máxima com Chopin, Scriabine e Fauré. *

Santos/SP/Brasil
29/09/07

Imagem > Heraldo Cunha

&&&

Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 30/09/2007
Reeditado em 03/07/2010
Código do texto: T674281
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Guida Linhares www.guidalinhares.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 71 anos
1989 textos (163664 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/17 23:16)
Guida Linhares

Site do Escritor