Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na poesia

Na poesia,
nada se joga fora... vira rascunho de rima
nada se leva... se liberta encoando ao vento
nada é brincadeira... é jogo de palavras

Na poesia,
o amor perdido... o amor não correspondido...
o amor desapercebido... o amor nem imaginado...
vira rima cheio de lagrimas e pedaços do coração!

Na poesia,
o mendigo da esquina que pede um "troco"...
o menino que pede para olhar o carro....
a mulher que passa de casa em casa pedindo comida...
ganha voz e vez pra dizer "Olhe pra mim, estou aqui..."

Na poesia,
nada se joga fora... tudo se cria
nada se transforma... vira rima
nada tem valor absoluto... é relativo a quem lê!
Verônica dos Santos
Enviado por Verônica dos Santos em 30/09/2007
Código do texto: T674946

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica dos Santos
Uberaba - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
346 textos (25114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 16:01)
Verônica dos Santos