Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Divagações


Colho o sentido
de cada gesto ou signo
para adentrar as razões
deste tortuoso caminho
de perplexidades e desatinos

Acredito chegar ainda
onde possa vislumbrar ou pressentir
o sentido mais além de tudo o que há aqui

A paz que desce nestes dias
afronta-me, e até o amor florescido
causa estranhamento, apavora

Por quais caminhos chega esta inquietude
que habita meu ser, absurda
deixando minha vida em desordem?

Da paz nada sei, senão
a palavra onde ela habita
e não sei se quero a paz
daquilo que não sou...

O mundo confuso chama,
como não ir ao seu encontro,
se a voz do coração
soa em mim, irreprimível?
Francis Faria
Enviado por Francis Faria em 30/09/2007
Código do texto: T675046
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Francis Faria
Jandaia do Sul - Paraná - Brasil, 46 anos
637 textos (28142 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 03:22)
Francis Faria