Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BEIJO DA COR

Não
sou Kandisnky,
Não
sou pintor.
Não
sou Van Gogh,
Nem Manabu Mabe,
Não sou Manet.

Não
sou luz, nem perfeição 
Não sou Da Vinci.
Não traço linha,
Nem sou o Martins do Aldemir.
Não pinto signos, nem pinto sonho
não sou  Miró nem sou Dali.
Não sou delírio, não sou Dadá, Não sou cubista, não sou Picasso.

Não uso régua,
Nem mesmo compasso.
Apenas
pinto o branco d'alvo,
Pincel pra lá, pincel pra cá,
pincel na mão,
passo o encarnado,
corro o  vermelho não sou pintor.

Mas 
afastai! Afastai!
A venda cega
do invólucro externo.

Quero
o insigth, abstração,
"ponto de fuga",
Quero
a essência e a intuição.

Não
sou pintor!
Pincel pra lá! Pincel pra cá!
Não 
sou pintor!
Não
sou da linha perfeita,
mas sou do reino cor

MANOELSERRAO - SLZ/MA - TRINIDAD - 30.09.2007.
serraomanoel
Enviado por serraomanoel em 02/10/2007
Reeditado em 07/08/2008
Código do texto: T677583

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
serraomanoel
São Luís - Maranhão - Brasil, 57 anos
1502 textos (162023 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 21:07)
serraomanoel