Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAIO PARA OUTRO RUMO, SEM VOCÊ!

 
Encouraça seu coração com o meu amor e
ainda fala que não se importa com ele!

Pode até ser que ele não signifique nada além de uma mera película para a sua pretensão!...mas é útil para não permitir que os ferrões do mundo cravem nele o desprezo e o abandono!

Não persista neste emaranhado de subterfúgios frágeis, eles - pouco a pouco - deixarão de existir para salvar o seu supérfluo artifício!

Quando solitária e ao relento carecer de um lenitivo para o seu peito não ouse recorrer ao antídoto do passado!...

A vida não pára e, muitas vezes, confunde-nos os olhos e o coração!...

Permanecemos por muito tempo insistindo movimentar o que já nasceu inerte, mas acordamos cedo ou tarde para prosseguirmos a marcha!

Fique neste mesmo lugar!

Saio dele para movimentar meus olhos noutro rumo!...
Sem você!

©Balsa Melo
16.01.01
Cabedelo - PB

 
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 02/10/2007
Código do texto: T678102
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87947 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 12:00)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)