Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ATALHOS

DEIXA QUE DE NOVO EU VÁ ME EMBORA,
O MEU PRANTO PÔR PRA FORA,
FRUSTRAÇÕES TOMEM SEU RUMO,
NÃO QUERO MAIS VELHO/NOVO,
NOMES OUTROS,MESMA LINHA...
DEIXA QUE EU PARTA SOZINHA


"UM É POUCO,DOIS É BOM",
MAS TRÊS É FURADA!!!
O ENCOSTO,
O DESGOSTO,
BANQUETE SEM SALADA,E
QUEM PÁRA PRO DESCANSO,
SE ACOMODA NO BALANÇO,
GANHA E QUER MAIS GANHAR,
BEBE SEM MEDIDA DE PARAR...E
PARE!


NADA DE MALAS OU FALAS,
DESCULPAS TANTAS,FACETAS SANTAS,
O CHORO É BENÇAO DIVINA,
A LÁGRIMA,É O RISO QUE ANIMA,
PORTANTO,JA FUI´.


EU JÁ CONHEÇO O CAMINHO,
O GOZO,O DESALINHO,
AMORES QUE CHEGAM E PARTEM...

EU PARTO,PORQUE ME AMO,
PORQUE ME ENXERGO,NÃO ME ENGANO...
EU VIVO E ME PROCLAMO...


MAGDA HELENA COUTINHO(27.09.2007)MAGHE
MAGHE
Enviado por MAGHE em 06/10/2007
Código do texto: T683316

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citando meu nome e o endereço www.recantodasletras.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAGHE
Goiânia - Goiás - Brasil
122 textos (1795 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 18:13)
MAGHE