Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pele de poesia

Quero vestir minha poesia
Não com roupas de alegoria
De exuberância beleza
Douradas ou prateadas
Quero vestir minha poesia
Com o básico
A essência que exala a vida
Quero simplicidade
Laços?
Talvez
Mas os laços das tranças da criança livre
Que vive seu tempo
Que corre feliz
Em busca do nada.
Quero vestir minha poesia
De igualdade e respeito
De felicidade
Sem muitos delongues
Sem muitos perdões.
Quero
Quero sim vestir a alma
Banhada em versos
Monossilábicos ou não!
Quero e vou
Vestir a minha poesia
Porque a vida é breve
E mais breve ainda é o cantar dos corações de pedra.
Cláudia Gomes (Catadora de Versos)
Enviado por Cláudia Gomes (Catadora de Versos) em 15/01/2020
Código do texto: T6842287
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Gomes (Catadora de Versos)
Feira de Santana - Bahia - Brasil
42 textos (196 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/01/20 00:07)
Cláudia Gomes (Catadora de Versos)