Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÓS DOIS, NUNCA MAIS

CHORAR NOSSA VELHA E MELÓDICA CANÇÃO DE PRIMAVERA LEMBRANÇAS MIL, PERVERSA CANÇÃO
TÃO LINDA E TÃO DEVASSA A ME DIZER
QUE EU NÃO POSSO ENGANAR-ME PARA SEMPRE
POIS NO PARAISO DO SEU LEITO AMOROSO
SOBREVOA PEDAÇOS DE MÁGOAS
DESPERTANDO POSSÍVEL SOLIDÃO
MAS NO AZUL PROFUNDO DOS SEUS OLHOS
AINDA POSSO ME ENCONTRAR....
ENCONTRAR TODO AQUELE AMOR
PROMETIDO NA VOZ DO LUAR
ÉRAMOS COMO DOIS RIOS CORRENDO PARA O MAR
TENTANDO DESEMBOCAR NOS SONHOS
COMO CACHOEIRAS ARDENTES NAS NOITES DE AMOR
SÚBITA SUSPENSÃO, TRISTE SEPARAÇÃO, CAMINHOS SOLITÁRIOS
VEREDAS QUE VALSAVAM CONTRA O VENTO
UMA MELANCOLIA PROFUNDA
REVELANDO AO MUNDO
QUE ATÉ AS PAIXÕES
SUCUMBEM À FORÇA DO TEMPO....
AH! OS SINOS DA SOLIDÃO
PINTANDO AS TELAS DO MEU PENSAMENTO
REVELANDO A ARTE PURA E SINCERA
DE UM CORAÇÃO A PROCURA DE AMOR...
AMOR QUE VOAVA NAS ASAS DO BEIJA-FLOR
E BEIJAVA MEUS SONHOS
SONHOS VIVENDO UM PASSADO
CORPO LEMBRANDO DESEJOS
VIDA PERDENDO SENTIDO....
CALANDO A VOZ DO PENSAMENTO
E  AGORA NÓS DOIS...NUNCA MAIS.
betus
Enviado por betus em 07/10/2007
Código do texto: T684469
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
betus
Presidente Epitácio - São Paulo - Brasil, 47 anos
187 textos (7534 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 19:42)
betus