Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAIS VALE FAZER A PAZ!

        Mote

Mais vale fazer a Paz
Do que dela andar falando
Com vontade a gente faz
A Paz que andamos buscando.

         I

Deus quando o mundo criou
Quis uma mensagem espalhar
Para o ser humano parar
Com as guerras que começou.
Tão somente apregoou
Um sonho encantador
Que existisse mais amor
Ficasse o ódio pra trás
Pediu então por favor
Mais vale fazer a paz.

        II

O homem não quis saber
Logo à partida pecou
Quando a Eva se agarrou
E a maçã pensou comer.
Deus que tudo está a ver
Está sempre em nosso redor
Isto mudou pra pior
Ninguém se está interessando
Fazê-la era bem melhor
Do que dela andar falando.


         III

Quando na cama eu me deito
Faço o sinal da cruz
Depois de apagar a luz
Ponho as mãos sobre o meu peito.
Um sinal que com respeito
Me deixa a alma serena
Na minha cama pequena
Falar com Deus sou capaz
Sem rancor, com dor e pena
Com vontade a gente faz.


         IV

Se pensarmos nas crianças
Mendigos sem lar, nem pão
Velhinhos na solidão
Nos que perderam as esperanças.
Aguardamos por mudanças
Com fé num mundo novo
Que nos sentimentos do povo
As mentes se vão transformando
Meu Pai do Céu, tanto louvo
A Paz que andamos buscando.


O Poeta Alentejano
Enviado por O Poeta Alentejano em 07/10/2007
Código do texto: T684496
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Poeta Alentejano
Portugal, 50 anos
855 textos (13831 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 11:11)
O Poeta Alentejano