Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Bolas de sabão


Elas estavam subindo
Iam felizes
Ao sabor do vento...
Brilhavam
Bailavam...
Subiam
Desciam.
As bolas de sabão...
Tão lindas
Transparentes...
Frágeis
Criaturas criadas
Inocentes,
Delicadas.
De repente...o vento
Fraco também...mas...
Secou a água...
E elas, as bolas de sabão,
Estouram,
Desaparecem.
Não existiram
A não ser em meus olhos
E mente.
Assim somos nós.
Bolas de sabão!
Brilhantes, coloridas...
Cores mil, conforme a luz
Fazemos a alegria
De muitos se estamos coloridos
Brilhantes, subindo...
Mas se o vento
Secar a nossa água...
Onde estamos?
Deixamos de existir!?


MVA
Enviado por MVA em 07/10/2007
Código do texto: T684706
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o meu nome e meu site: www.marlenevieiraaragao.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MVA
São Paulo - São Paulo - Brasil
1957 textos (195956 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 19:35)

Site do Escritor