Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CENÁRIO DA VIDA



Sai de cena, sem ensinar
 Foi preso, sem confessar
Não corro de briga e nem gosto de barranco
Para não estragar minha roupa nova ou querer que alguém venha encostar...

Vivo na mais louca tempestade
Depurando a nudez de minha imagem
Caminho em suas ruas estreitas e cinzentas
Para conquistar os quadriláteros das inversões simétricas...

Não gosto de subir  escadas, quando necessário só de Elias,
Detesto elevador, principalmente  quando utilizam o fruto do aspirador
Se danem....
Quero mais  que se amem
Muito pouco para mim
nunca procurarei o meu fim
Vivo avesso ao destino
Sem complicar,  não gosto de usar pente fino...

Kulayb
Enviado por Kulayb em 09/10/2007
Reeditado em 09/10/2007
Código do texto: T686894

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kulayb
Goiânia - Goiás - Brasil, 62 anos
1155 textos (55929 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 17:11)
Kulayb