Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No Horizonte Vermelho !

Aqui onde se vê o horizonte, onde as casas são poucas, baixas, simples!

Onde a soleira na porta das casas colhe o barro vermelho das botas dos dias!

Onde o entardecer trás a cor de sangue que escorre no horizonte anunciando a chegada da noite!

Onde o sol se põe de forma espetacular, deixando a saudade e a percepção de um dia vivido!

Onde o silêncio é maior que todo o ruído e que somente é percebido de forma a nos pedir reflexão pela vida que optamos!

Onde os grilos conversam, sem se incomodar com o sertanejo que passa com o arrastar de suas botas!

Onde os insetos constroem seus terrenos casulos, onde a natureza do Homem respeita da vida da terra!

Onde as aves habitam os galhos mais altos, e brincam, e cantam em um contínuo existir!

E pelo calor da fogueira eu aqueço meu rosto, onde a brisa da noite se mostra presente!

E pelo deslizar da pena materializo em palavras os sentimentos de viver este dia!

Neste horizonte vermelho, eu vivo literalmente a poesia !

Arthur Guilherme Justo
Enviado por Arthur Guilherme Justo em 10/10/2007
Reeditado em 10/10/2007
Código do texto: T688180
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Arthur Guilherme Justo
Santos - São Paulo - Brasil, 46 anos
293 textos (10511 leituras)
19 áudios (2903 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 15:41)
Arthur Guilherme Justo