Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CARNE

Você vai ao mercado e compra carne de gado
E te vendem o traseiro do gato e você arremata
Pensando que é capim doce lanhado
E chega em casa com aquilo debaixo do braço
E tua mulher pensa que é um pato
Se esgoelando porque vai para o prato
E só assim você percebe que só assim entende
Que o que tem debaixo do sovaco
É corpo de gente.

Mesmo assim joga na panela o bicho e sua moela
Que grita que tem muitas vidas e essa é uma delas
E tenta e pula e sacode e se tosta e se murcha
E se agarra e repara que a janela no beiral
Dá para a venda onde foi colocado no varal
E escapa e pula e mata e cata o dono da mercearia
E o leva lá pra beira da engordurada pia
E o enfia na panela e o deixa com as pernas de fora
E ele grita e implora e você simplesmente diz -Ora!-
E ele geme que não é gado e nem gato e nem capim
E você diz -Ora!- deixe homem de ser tão infeliz assim
Pois se comido vou ser um dia enquanto soa a melodia
Comido vai ser você agora - hoje chegou o seu dia!
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 10/10/2007
Código do texto: T688445

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
7525 textos (108256 leituras)
19 áudios (162 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 21:47)