Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAMBA DE ENREDO

Eu quero fazer samba enredo
falar sob acordes do cavaquinho,
cantar sem receio, nem medo,
no embalo do surdo de primeira
tum – tum – tum
entra o surdo de resposta
tum-tum tum-tum
repenique faz a proposta,
malacacheta enche a harmonia,
quero naipe de tamborim,
hoje é o dia,
apita meu Mestre!
Alô comunidade quero falar:

Este batuque é o samba
do homem que errou,
bate tambor cala essa dor;

Este samba é o batuque
do poeta que não soube amar,
vibra tamborim põe sentido em mim;

Este samba é a harmonia
do homem que se escondeu de si mesmo,
repica pandeiro me refaça por inteiro;

Este batuque é a sensação
do poeta que vive só emoção,
entra afoxé e bota razão e fé.

A Escola de Samba Unidos da Desilusão ta na rua,
porém o Mestre-Sala ta sozinho
esta bailando a consciência,
a Porta-Bandeira preferida
perdeu a paciência
e foi desfilar em outra avenida.

17/10/06
ANDRADE JORGE

ANDRADE JORGE
Enviado por ANDRADE JORGE em 13/10/2007
Reeditado em 05/02/2016
Código do texto: T693018
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (direitos autorais: ANDRADE JORGE). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ANDRADE JORGE
Jundiaí - São Paulo - Brasil
1066 textos (92477 leituras)
27 áudios (1864 audições)
2 e-livros (330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 17:37)
ANDRADE JORGE